Sopa de Pepino & Alho Poró com Limão

Dia-a-Dia | dezembro 11, 2016 | By

Olá amorinhas, tudo bem?

Promessa é dívida, né? hahaha! Já está aqui a segunda parte do Workshop Sopas de Verão que aconteceu na Camicado no Balneário Camboriú Shopping.

Essa sopa é a cara do verão, leve e refrescante. A sensação é que conforme você toma, você emagrece automaticamente hahaha! Sopa milagrosa? Vamos com calma! Brincadeiras a parte, é importante lembrar que não existem receitas milagrosas, nosso corpo é reflexo dos nossos hábitos. E cá entre nós, essa sopa é tãããããoooo gostosa, que pode virar hábito o verão inteiro.

Uma dica bacana é fazer um montão de uma só vez e congelar em porções. Assim fica mais fácil manter um ritmo saudável na alimentação.

Eu gosto muito de tomar estas sopas à noite, pois você se sente mais confortável para dormir, sem aquela sensação de peso no corpo e na consciência.

Por que ela faz bem? O Pepino e Alho Poró juntos tem incríveis super poderes, ajudam a prevenir diversos tipos de câncer, reduzem o nível de colesterol no sangue e ainda é são uma potente arma para combater diabetes tipo 2! Além de fazerem muito bem para regular o nosso intestino, nos prevenindo de possíveis inflamações. Apesar de ser apenas um toque, vale ressaltar que o Limão tem magníficas propriedades analgésicas, antigripais e inclusive melhora o nosso humor e ajuda a reduzir a ansiedade!

Motivos pra consumir essa sopa não faltam, né? Vamos pra cozinha?

Sopa de Pepino & Alho Poró com Limão
Write a review
Print
Ingredientes
  1. 1 cebola média
  2. 3 dentes de alho
  3. 2 xícaras de pepino picado (com sementes)
  4. 2 xícaras de alho poró picado
  5. Suco de dois limões
  6. Folhas de hortelã a gosto
  7. Sal marinho
  8. Pimenta do reino preta
  9. Água filtrada
  10. Óleo de coco
Modo de preparo
  1. Numa panela aqueça o óleo de coco e refogue a cebola e alho. Em seguida acrescente o alho poró, espere alguns minutos e logo depois coloque o pepino picado.
  2. Tempere com sal e pimenta preta moída na hora!
  3. Acrescente água aos poucos para não deixar grudar. Aí é importante deixar cozinhar bem até que o pepino esteja bem suave.
  4. Bata tudo no liquidificado (Lembre-se que caso o seu não seja de vidro e termo resistente, é importante aguardar para que esfrie um pouco).
  5. Volte para a panela, ajuste o sal e a pimenta caso ache necessário.
  6. Acrescente o suco de limão e mexa bem.
  7. Pronto!
  8. Agora é só escolher uma proteína para acompanhar e desfrutar o melhor do verão com essa sopa mara!!!
Se liga nas dicas aqui embaixo
Dica 1
  1. Qual proteína combina mais? A que você mais gostar! Frango ou peixe combinam super bem!
  2. Pra quem optar a versão vegana, é só cozinhar uma porção de quinoa a parte e misturar depois.
Dica 2
  1. Qual tipo de pepino? Tanto faz! Tanto o pepino japonês quanto o caipira são ótimos.
Chef Gaby Antezana http://www.chefgabyantezana.com.br/

 E aí? Gostou? Fique por dentro das próximas receitas fazendo o seu cadastro aqui no blog:

 

Beijinhos e até o próximo post!

Gaby-Antezana---Assinatura

Sopas de Verão

Dia-a-Dia | dezembro 3, 2016 | By

Oi amorinhas, tudo bem com vocês?

Depois de uma temporada sem computador, volto com os posts mais gostosos do mundo pra vocês!!!
Hoje vamos falar de sopas!

Tem gente que não gosta de sopa… Eu hein?! Amo sopas!
Só que diferente do que a maioria está acostumado, sopa não é só no inverno! Sopas caem muito bem no verão também.

A questão é que a estação pede outras versões, outros sabores e combinações. Pra falar melhor disso tudo nada como um Workshop, né?

WorkshopCamicadoHoje, 03/12/2016, rolou na loja Camicado no Balneário Camboriú Shopping um Workshop com o tema “Sopas de Verão” e pra quem foi e pra quem não foi, tá aqui o post com uma das receitinhas que fiz lá. A outra eu posto depois, tá?

A primeira é uma sopa com sabores que remetem a minha querida Tailândia. A receita surgiu de uma dessas vontades malucas que eu tenho de comer, aí fui pra cozinha e fiz! Acho que comidas do dia-a-dia não devem ser seguidas por medidas, devem ser feitas com o espírito e intuição do momento, por isso que minhas comidas nunca ficam iguaizinhas haha! E eu juro que tento com o maior carinho medir o máximo possível pra postar pra vocês, pois costumo fazer tudo no olhômetro. Só que peço para que vocês se arrisquem um pouco na cozinha e façam testes, troquem este tempero ou ingrediente por aquele outro que estava aí dando bobeira. Nem sempre fica bom, mas tentem! É o único jeito de aprenderem a cozinhar 😉 e por favor, me contem depois como ficou ♥

Ah, sobre ser sopa quente ou fria… Vocês escolhem! Eu provei dos dois jeitos e amei!

Vamos pra cozinha?

 

Sopa de Tomate & Pimentão com Coco
Write a review
Print
Ingredientes
  1. 1 coco seco (opcional) ou 200ml de água de coco de caixinha
  2. 200ml de leite de coco (1 caixinha)
  3. 4 tomates graúdos bem maduros
  4. 1 pimentão médio
  5. 1 cebola média
  6. 3 dentes de alho
  7. Curry a gosto
  8. Pimenta caiena moída a gosto
  9. Sal marinho a gosto
  10. Óleo de coco
  11. Água filtrada
Modo de preparo
  1. Pique o tomate (descarte as sementes e se quiser, tire a casca), a cebola, o pimentão e o alho e reserve. Não precisa ser tudo bem picadinho, podem ser cortes grande e irregulares.
  2. Numa panela, refogue no óleo de coco a cebola e em seguida acrescente o alho. Aguarde uns minutos e acrescente o pimentão. Deixe refogar e depois acrescente o tomate. Jogue um pouco de água filtrada aos poucos para não deixar grudar na panela. Tempere com sal, curry e pimenta caiena.
  3. Quando estiver tudo bem cozido, tire a panela do fogo e bata tudo num liquidificador (caso o seu não aguente altas temperaturas, espere esfriar um pouco ou caso você tenha um mixer, pode utilizá-lo direto na panela também).
  4. Após bater tudo no liquidificador (ou mixer) volte a mistura para a panela e corrija o tempero, se achar necessário. Uma dica bacana é acrescentar uma pitada de bicarbonato de sódio, como os tomates e pimentões são vítimas dos agrotóxicos, é legal para alcalinizar a receita, além de dar uma cor mais viva para a sopa.
  5. Acrescente o leite e água de coco. Prove para ver se está agradável para você e sirva!
  6. Pra quem optou pelo coco seco, pode servir no coco que fica lindo!
Agora preste atenção nas dicas aqui embaixo
Dica 1
  1. E as proteínas? Ah, sim! Não vamos esquecer das nossas amiguinhas proteínas. O que eu recomendo? O que você quiser! Frango, atum, tilápia... desfiados ou em cubos ou servidos num prato ao lado. Você pode utilizar os mesmos temperos (curry e caiena) ou harmonizar com outros.
  2. Veganos? Cozinhe quinoa a parte e acrescente-a no final do preparo.
Dica 2
  1. Para quebrar o coco seco - Ele tem três furinhos numa das extremidades, certo? Com uma chave de fenda (sim, chave de fenda) procure o mais macio e fure, deixe a água escorrer um copo. Aí com um martelo (martelo de ferramentas ou aqueles de cozinha) vá batendo no coco até ele rachar, se você bater apenas ao redor do coco, ele vai quebrar exatamente na metade e você pode usar os dois lados pra servir. E o furinho? tire uma lasca e cubra o furinho, e só coloque a sopa na hora de servir, vai segurar tempo o suficiente pra não fazer uma bagunça na mesa haha! Não esqueça de coar a água antes de utilizá-la, pois ela acaba saindo com um pouco de casca.
Dica 3
  1. Depois de servir, lave o coco e retire a polpa para fazer outras receitas! Não jogue fora, por favor!
Dica 4
  1. A sopa fica com pedacinhos da casca, se você achar ruim, basta coar! Atenção, peneiras ou coadores de plástico requerem cuidado, é melhor esperar esfriar para evitar acidentes. O ideal é passar numa peneira de inox.
Dica 5
  1. Nunca, mas eu disse NUNCA, acentue a palavra COCO quando você estiver fazendo referência a fruta, ao alimento, ao que você come e bebe, ok? Ou até mesmo se for no sentido figurado da sua cabeça. Caso contrário está errado! Caso você tenha visto um chef, uma marca, um produto que tenha acentuado, está errado! Na dúvida, consulte o dicionário.
Chef Gaby Antezana http://www.chefgabyantezana.com.br/

Pra não perder a outra receita, faça seu cadastro aqui no blog e fique por dentro de tudo:

Beijos e até o próximo post,

Gaby-Antezana---Assinatura

 

Alimentação na infância

Dia-a-Dia, Textos | agosto 15, 2016 | By

download Olá pessoal, me chamo Aline De Faveri, sou nutricionista, trabalho em Balneário Camboriú, e fui convidada pela Chef Gaby para colaborar com o Blog compartilhando com vocês informações científicas, curiosidades, e um pouquinho do meu trabalho. Como este é o meu primeiro post, gostaria de falar sobre um tema muito importante, que é a Alimentação na Infância. Brincar é bom! Mas quando o assunto é a alimentação das crianças, não é brincadeira, é coisa séria!     Isso porque o hábito alimentar das pessoas, se forma na infância, principalmente na idade escolar e,  geralmente, erros alimentares das crianças, levam a dificuldades de aprendizagem e de concentração na escola, além de aumentarem as chances de atraso no crescimento, pois promovem o aumento de peso e de gordura, e podem ainda, levar ao desenvolvimento de doenças como: a obesidade, anemia, pressão alta, resistência à insulina, diabetes ou problemas no coração, por exemplo.

     Os erros mais comuns dos pais na alimentação das crianças são oferecer todos os dias alimentos ricos em açúcar e gordura, como bolachas recheadas, bolos, salgadinhos e refrigerantes, por serem os únicos alimentos que a criança aceita. E consequentemente, oferecer poucas verduras e frutas. Uma coisa é inegável, a criança crianc3a7as_que_nc3a3o_quer_comercostuma imitar o comportamento de um adulto que é sua referência, principalmente dos pais. E isso vale também para a alimentação! De nada adianta forçar seu filho a comer brócolis, se você não dá este exemplo a ele. Se os pais se alimentam bem, comem saladas e vegetais, comem frutas e verduras diariamente, e compartilham destes momentos com os filhos, geralmente as crianças irão copiar estes hábitos. Agora, se a criança sempre faz birra nas refeições, só quer comer doces, salgadinhos e comidas industrializadas, recusando sempre os alimentos saudáveis e nutritivos, você precisa educar o seu paladar.

     Para educar o paladar da criança com alimentos mais saudáveis, seja persistente e tenha bastante paciência. Pesquisas científicas afirmam que uma pessoa pode provar um determinado alimento por até 15 vezes antes de decidir se gosta ou não gosta dele. Por isso, se seu filho demostrar que não gosta de alguma coisa, insista pelo menos mais 10 vezes. Nessas horas, a criatividade auxilia bastante, varie os tipos de cozimento, de cortes e apresentações. Insista, mas não force. Espere para que ele tenha fome, e quando manifestar interesse pelas refeições ofereça sempre opções saudáveis e nutritivas.

    A falta de frutas, verduras e legumes prejudica o crescimento da criança, pois são alimentos altamente ricos em fibras, vitaminas e minerais, que contribuem para o crescimento adequado, desenvolvimento saudável dos músculos e ossos, do sistema imunológico e resistência a doenças, além de facilitarem o bom funcionamento do intestino.

     Uma boa estratégia para que a criança aprenda a comer frutas e legumes é variar a forma como estes alimentos são apresentados. A textura e a cor dos alimentos também influenciam no paladar. Se a criança não gosta de cenoura ralada, experimente cozinhar quadradinhos de cenoura junto com o macarrão ou carne moída para ver se desta forma ela come. Faça o possível para variar a aparência e as cores dos alimentos. Cozinhe pedacinhos de beterraba junto com o arroz por exemplo, isso garantirá um arroz bem colorido e mais atrativo. Utilize ainda, pratos coloridos, desenhos com os alimentos, alusão a personagens que a criança gosta, isso faz com que ela seja mais atraída pela hora da refeição.

     E não se esqueça, se o ambiente onde a criança se alimenta é de estresse e irritação, há uma grande probabilidade de fazer birras e rejeitar a comida, por isso mantenha uma conversa agradável à mesa com seu filho(a). E não se esqueça, alimentação saudável não é modismo, e uma mudança de hábito de vida, que irá melhorar a saúde de toda a família!!

Espero que tenham gostado, logo tem mais…

Uma ótima semana a todos!

Por Aline De Faveri – Nutricionista (CRN 10: 4545) 

 

Hambúrguer de Quinua

Dia-a-Dia | julho 10, 2016 | By

Aeeee… Finalmente a tão esperada receita! 

Pra série “Tô com vontade de comer, mas não tem em casa…” O que fazer? Inventar uma receita!!! Um dia antes do Workshop eu estava pensando em qual receita preparar, tinha que ser com quinua, aí junta uma coisa com a outra e nasce assim uma nova receita de hambúrguer! 

Criar receitas é sempre um desafio, um dos motivos é porque eu imagino uma coisa ou até sonho com ela (sim, eu sonho com comida! gordinha chef feelings) e materializar essa comida nem sempre é tão fácil!  Fazer com que ela seja saudável e nutritiva de verdade também exige muita dedicação e estudos. Muitas vezes o resultado é drástico, só que essa receita de hambúrguer foi como um passe de mágica. Simplesmente misturei tudo e deu certo, ficou de-li-ci-o-sooooo! Além de ser uma receita prática  pra todo mundo fazer em casa.

Também fiz ao vivo no Muito + Com Ju Pavan

Ao vivo no Muito + Com Ju Pavan

Por que ele é tão bom? Conversei com a nutricionista Dra. Duane Bollmann pra gente montar uma listinha dos benefícios desse hambúrguer. Se liga!!!

♦ Proteico (oi, marombinhas)
♦ Baixo índice glicêmico (porque é feito com carboidratos do bem ♥)
♦ Nutritivo (a quinua fala por si) 

Quinua vermelha cozida

Quinua vermelha cozida

 

A combinação entre quinua, ovo caipira e farinha de grão de bico contribuem para nos manter satisfeitos por mais tempo, ou seja, você não vai sair beliscando por aí pouco tempo depois de comer. Mas ¡ATENÇÃO! não adianta comer esse hambúrguer com um acompanhamento que não seja saudável. Se quiser no pão, tem que ser sem glúten, sem leite e funcional ou pode montar num prato com legumes assados, com uma salada power… por aí vai!

No programa Muito + Com Ju Pavan, eu fiz no pão de espinafre com pepitas de girassol da Queen’s Bakery (versão burger, é só encomendar!). Maionese e ketchup? Nem pensar!! Pra substituir esses vilões da alimentação, eu usei pasta de grão de bico (rica em proteínas) e molho de tomate com curry (combinação excelente para prevenção de câncer). 

Outra dica gostosa é fazer vários pequeninos e guardar para substituir snacks durante o dia ou até para servir como entrada ou numa festa. O legal é também substituir os temperos e fazer várias combinações diferentes para diversas ocasiões e acompanhamentos.

Vamos pra cozinha!

 

Hambúguer de Quinua
Write a review
Print
Ingredientes
  1. 2 xícaras de quinua cozida (eu usei a vermelha, mas pode ser com a branca)
  2. 2 colheres de sopa de purê de abóbora
  3. Cebola e alho à gosto
  4. 1 ovo caipira mexido
  5. Sal e ervas à gosto
  6. 4 colheres de sopa de farinha de grão de bico
Preparo
  1. Num bowl misture todos os ingredientes na ordem da lista acima, acrescente a farinha aos poucos. Ele não é como um hambúrguer de carne que você modela com as mãos, se ficar muito seco, ele vai quebrar e não vai ficar macio, tem que ficar com aparência de gororoba mesmo hahaha.
  2. Numa frigideira levemente untada, posicione a quantidade desejada com o auxílio de uma colher de sopa. Conforme vocês colocam as colheradas, ele já se forma como um hambúrguer. (Ver no final do post a foto com observações)
  3. Quando estiver com a base bem firme, é só virar e deixar dourar do outro lado.
  4. Rende em média 4 hambúrgueres grandes.
DICAS
  1. Vocês podem fazer sem o purê de abóbora, eu prefiro usar porque a cor deixa ele mais apetitoso e confere um sabor especial. Cuidem a quantidade de farinha, caso optem fazer sem o purê.
  2. Também podem ser assados, basta untar a assadeira e assar por 20 minutos.
  3. Veganos: Podem fazer substituir o ovo por mais purê de abóbora ou linhaça hidratada.
Chef Gaby Antezana http://www.chefgabyantezana.com.br/

Bom apetite!

Beijos e até o próximo post,  

Gaby-Antezana---Assinatura

 

 

 

P.S.:

Harmbúrguer

Aqui é pra vocês verem a textura do hambúrguer ainda cru. Notem que ele não é tão seco e também não fica esparramado. Por isso tem que adicionar a farinha de grão de bico aos poucos! Assim vocês garantem a textura ideal 😉