Alimentação na infância

Dia-a-Dia, Textos | agosto 15, 2016 | By

download Olá pessoal, me chamo Aline De Faveri, sou nutricionista, trabalho em Balneário Camboriú, e fui convidada pela Chef Gaby para colaborar com o Blog compartilhando com vocês informações científicas, curiosidades, e um pouquinho do meu trabalho. Como este é o meu primeiro post, gostaria de falar sobre um tema muito importante, que é a Alimentação na Infância. Brincar é bom! Mas quando o assunto é a alimentação das crianças, não é brincadeira, é coisa séria!     Isso porque o hábito alimentar das pessoas, se forma na infância, principalmente na idade escolar e,  geralmente, erros alimentares das crianças, levam a dificuldades de aprendizagem e de concentração na escola, além de aumentarem as chances de atraso no crescimento, pois promovem o aumento de peso e de gordura, e podem ainda, levar ao desenvolvimento de doenças como: a obesidade, anemia, pressão alta, resistência à insulina, diabetes ou problemas no coração, por exemplo.

     Os erros mais comuns dos pais na alimentação das crianças são oferecer todos os dias alimentos ricos em açúcar e gordura, como bolachas recheadas, bolos, salgadinhos e refrigerantes, por serem os únicos alimentos que a criança aceita. E consequentemente, oferecer poucas verduras e frutas. Uma coisa é inegável, a criança crianc3a7as_que_nc3a3o_quer_comercostuma imitar o comportamento de um adulto que é sua referência, principalmente dos pais. E isso vale também para a alimentação! De nada adianta forçar seu filho a comer brócolis, se você não dá este exemplo a ele. Se os pais se alimentam bem, comem saladas e vegetais, comem frutas e verduras diariamente, e compartilham destes momentos com os filhos, geralmente as crianças irão copiar estes hábitos. Agora, se a criança sempre faz birra nas refeições, só quer comer doces, salgadinhos e comidas industrializadas, recusando sempre os alimentos saudáveis e nutritivos, você precisa educar o seu paladar.

     Para educar o paladar da criança com alimentos mais saudáveis, seja persistente e tenha bastante paciência. Pesquisas científicas afirmam que uma pessoa pode provar um determinado alimento por até 15 vezes antes de decidir se gosta ou não gosta dele. Por isso, se seu filho demostrar que não gosta de alguma coisa, insista pelo menos mais 10 vezes. Nessas horas, a criatividade auxilia bastante, varie os tipos de cozimento, de cortes e apresentações. Insista, mas não force. Espere para que ele tenha fome, e quando manifestar interesse pelas refeições ofereça sempre opções saudáveis e nutritivas.

    A falta de frutas, verduras e legumes prejudica o crescimento da criança, pois são alimentos altamente ricos em fibras, vitaminas e minerais, que contribuem para o crescimento adequado, desenvolvimento saudável dos músculos e ossos, do sistema imunológico e resistência a doenças, além de facilitarem o bom funcionamento do intestino.

     Uma boa estratégia para que a criança aprenda a comer frutas e legumes é variar a forma como estes alimentos são apresentados. A textura e a cor dos alimentos também influenciam no paladar. Se a criança não gosta de cenoura ralada, experimente cozinhar quadradinhos de cenoura junto com o macarrão ou carne moída para ver se desta forma ela come. Faça o possível para variar a aparência e as cores dos alimentos. Cozinhe pedacinhos de beterraba junto com o arroz por exemplo, isso garantirá um arroz bem colorido e mais atrativo. Utilize ainda, pratos coloridos, desenhos com os alimentos, alusão a personagens que a criança gosta, isso faz com que ela seja mais atraída pela hora da refeição.

     E não se esqueça, se o ambiente onde a criança se alimenta é de estresse e irritação, há uma grande probabilidade de fazer birras e rejeitar a comida, por isso mantenha uma conversa agradável à mesa com seu filho(a). E não se esqueça, alimentação saudável não é modismo, e uma mudança de hábito de vida, que irá melhorar a saúde de toda a família!!

Espero que tenham gostado, logo tem mais…

Uma ótima semana a todos!

Por Aline De Faveri – Nutricionista (CRN 10: 4545)