Mini Pizza de Quinua com Camarão

Pizza é uma delícia unânime e universal, né? Se tem alguém no mundo que não gosta, não é normal! O único problema é que em quase todas as pizzarias elas contém glúten! Ó céus, por que, né? Mas estou aqui pra mostrar que não há motivos para pânico, já existem pizzarias gluten free (♥) por aí e massas para pizza pré-prontas pra todo mundo fazer em casa, ou pra quem curte, dá pra fazer a massa da pizza em casa!

Pra mim a situação fica um pouco mais complicada, porque fazer comida só pra uma pessoa, é chato! Eu confesso que morro de preguiça! Sério gente, nada mais chato do que fazer uma sujeirada na cozinha pra comer sozinha… Agora com o blog pretendo melhorar, afinal vou fazer comida pra vocês também hahaha. Dizem por aí que a preguiça é a mãe da criatividade, né? Pois bem, pra uma pessoa que mora sozinha e que além disso cuida super da alimentação, veio a ideia de fazer uma pizza prática, low carb e gostosa! Depois de três tentativas que não deram certo (na minha lista top 10 de gororobas incomíveis haha) eu finalmente acertei uma massa de quinua!

O recheio da pizza podem fazer do jeito que quiserem! Lembrando que como na Gastronomia Funcional cortamos o máximo possível de industrializados, eu fiz o molho de tomate também, vou contar também como faço 🙂

Backup troca de chip 319Ela é tão fácil e tão rápida que foi a receita que levei para fazer ao vivo no programa Muito + com Ju Pavan na TV Panorama. 

Chega de papo! Vamos pra cozinha?

Mini pizza de Quinua e Camarão
Write a review
Print
Massa da pizza
  1. 300g de quinua cozida
  2. 3 colheres de sopa de óleo de coco
  3. 100g de farinha sem glúten integral
  4. 50ml de água.
Molho de tomate
  1. 2 colheres de sopa de óleo de coco
  2. 3 tomates grandes picados em cubos médios
  3. Cebola e alho picados à gosto
  4. Temperos à gosto
  5. 1 colher de sopa de açúcar demerara
Molho de camarão
  1. 2c.s. de óleo de coco
  2. 55g de cebola
  3. 300g de camarão 7 barbas
  4. Sal do himalaia moído na hora
  5. Pimenta do reino moída na hora
  6. Corações de alcachofras em conserva (utilizei apenas metade de um vidro)
Massa
  1. Bater a quinua cozida no processador por 10 segundos (Quem não tiver pode fazer no liquidificador, é só bater um pouco menos).
  2. Adicionar a água e a farinha aos poucos.
  3. A massa fica numa textura que dá pra ser modelada e não fica grudando na mão.
  4. Atenção: Não é como massa de pizza convencional!
  5. Reserve a massa. Em outras duas panelas prepare o molho de tomate o de camarão.
Molho de tomate
  1. Refogar no óleo de coco a cebola e o alho, acrescentar o tomate picado em cubos médios e temperar com ervas de sua preferência (manjericão, tomilho, orégano). O tomate vai se "desfazer" quem achar necessário pode bater no liquidificador, mas eu gosto assim com os suaves pedacinhos de tomate que ficam.
  2. Acrescentar uma colher de sopa de açúcar demerara pra cortar a acidez do tomate.
  3. Atenção: cozinhar o molho em fogo baixo, pra não secar muito, caso seque, adicione um pouquinho de água. O importante é ter uma textura grossa o suficiente pra não esparramar demais na pizza.
  4. Reservar 1/4 para a pizza e 3/4 para o camarão.
Molho de camarão
  1. Refogar a cebola no óleo de coco e acrescentar o camarão limpo e os corações de alcachofra cortados em metades, ajustar os temperos e adicionar 3/4 do molho de tomate.
Para montar
  1. Separe a massa de quinua e faça discos pequenos, modelados apenas com as mãos. Numa frigideira levemente untada com óleo de coco, coloque a massa até dourar dos dois lados.
  2. Coloque num prato com papel toalha pra absorver o excesso de óleo.
  3. Quando estiver com todos os discos prontos, posicioná-los numa assadeira.
  4. Cobrir a massa com aquele 1/4 do molho de tomate que ficou reservado.
  5. Colocar o molho de camarão e se achar necessário, levar ao forno em fogo médio para deixar bem quentinho (cuidado pra não secar demais o molho).
  6. Confesso que: coloquei um pouquinho de queijo em cima e levei ao forno pra derreter! Mas dá pra ser feliz sem o queijo, tá? hahaha
  7. Agora é só comer!
Notes
  1. Lembrem-se que o molho vocês podem fazer de várias maneiras diferentes, utilizem a imaginação e o mundo de temperos que existe na cozinha!
  2. Aqui rendeu 3 mini pizzas, o suficiente para uma pessoa (gulosa e com fome, como eu haha) Caso queiram fazer uma pizza grande pra servir várias pessoas, a massa pode ser assada, basta untar bem a forma antes pra ela não grudar e aumentar a proporção da receita pra render a quantidade desejada.
Chef Gaby Antezana http://www.chefgabyantezana.com.br/
Aguardo mensagens pra saber como ficou a de vocês!

Beijos e até o próximo post,

Gaby-Antezana---Assinatura

 



Quinua, a tal da Quinoa.

Seria impossível começar o blog sem falar da minha queridinha da cozinha, a Quinua Real!

Fonte: http://goo.gl/XkfU7k

Plantação de Quinua Real em Uyuni no Altiplano Boliviano, 3653m de altitude. Ao fundo o monte Tunupa.

Primeiro vamos falar da pronúncia, o correto é Quinua. A pronúncia Quinoa, surgiu porque em inglês a escrita de Quinua, fica Quinoa. Aí chegando aqui no Brasil, a pronúncia ficou como na forma escrita em inglês! Confuso, né? Pois é,confesso que recentemente me liguei desse fato haha.. Como minha família é boliviana, cresci comendo, e falando, quinua. 

Apesar de ter caído no gosto do mundo todo e virado sensação na cozinha nos últimos tempos, essa sementinha é cultivada há mais de 5mil anos! 

O que realmente importa é que essa maravilha dos Andes é essencial na minha cozinha, tanto por valores culturais, quanto nutricionais. Nem preciso dizer que é sem glúten, né? A prova que comida sem glúten é gostosa sempre! Podemos encontrá-la em diferentes cores, vermelha, preta, mista, branca… Mas isso vou abordar em outro post, tá? A mais comum aqui no Brasil é a quinua branca, vez ou outra, encontramos os outros tipos nas casas de produtos naturais também.

Fonte: https://goo.gl/kTPfkZ

Flor de Quinua.

Além de ser saborosa e versátil na cozinha, a quinua é o alimento mais completo depois do leite materno! É rica em proteínas e possuí os aminoácidos essenciais para o nosso organismo, sendo excelente para o fortalecimento muscular, tem ação analgésica e anti-inflamatória, agindo rapidamente na recuperação dos tecidos. A cada 100g de quinua encontramos 16g de proteína e apenas 6 gramas de gordura boa, com muito ômega 3 e 6. Carboidratos? Sim, de baixo índice glicêmico! Esse semente é maravilhosa pra quem quer manter a boa forma, pois também é rica em fibras, 15g a cada porção de 100g de quinua, o que traz aquela sensação de saciedade por muito mais tempo.

O consumo de quinua contribui para reduzir os níveis do colesterol LDL e de triglicerídos no sangue, a regular a pressão arterial e o nível de açúcar no sangue. Cheia de ferro, é uma excelente arma para combater a anemia! Também é fonte de cálcio e manganês, que ajudam a prevenir a osteoporose.  Ajuda a manter a imunidade em dia, graças ao zinco, também presente em abundância. Nela encontramos outros micronutrientes como potássio e magnésio, indispensáveis pra quem sofre com cãimbras.  Também está na lista de alimentos que ajudam a prevenir o câncer de mama. Além de ser rica em vitaminas B1, B2, B3, D e E. Como se não bastasse tudo isso, essa pequenina super poderosa, também é rica em triptofano, que age diretamente como percursor da serotonina, o hormônio da felicidade! 

Ufaaa, depois de tanta informação já sabe que não dá pra deixar esse super alimento fora do dia a dia, né? 

Continue acompanhando o blog e as redes sociais, que sempre estarei postando receitas com quinua!

Beijos e até o próximo post! 

Gaby-Antezana---Assinatura

 

 

 

Fontes:

Dieta Alcalina | Dr. Victor Sorrentino | Livro: Alimentos Funcionais 

Crédito das fotos:

Plantação de Quinua | Flor de Quinua